quinta-feira, 21 de agosto de 2008

TO A CHILD OF DIVORCE: THE CENTER AND THE MARGIN

Trata-se de uma versão em língua inglesa do poema inédito FILHO DE DIVÓRCIO que afixei neste blogue. É que os meus filhos nasceram e cresceram em Nova Iorque! As duas versões foram escritas no decorrer de um encontro de poetas que teve lugar na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra sob o lema "O Centro e a Margem"; havia um grande nome anglófono como convidado de honra e eu ofereci-lhe as duas versões. Não sei se ele se dignou ler a inglesa! Talvez até tentasse e não conseguisse. Porque o Inglês é mau? Porque não percebeu de que se trata? Um homem pode ser um génio e não compreender muitos problemas que há no Mundo; os alemães têm uma palavra que descreve tais homens, aliás sem conotações negativas: FACHIDIOTEN.


To a Child of Divorce: the Center and the Margin

Central is the dollar, the euro or the pound!

My son, my darling, how sad I must sound!

Beyond silver, gold,

and jewels that glow,

nothing is of value

for your Mom,

the Court,

even Grandma… I know!

That Dad hugs you,

they surely don’t allow.

And that I stay away

is written in the law!

My love? You never saw

how far it can go.

Such an absurd pain…

alone, on the margin,

forgotten, I remain.

Zé-Manel Polido(*), 2004-05-24


*) Zé-Manel Polido is my pen name. This poem was never published. It is not a translation of anyone of the poems in my book “Amor Explorado” (Editora Luz da Vida, Lda. Address: Rua Mário Pais, 16-0-A, 3000-268 Coimbra - Portugal).

0 comentários: