sexta-feira, 28 de agosto de 2009

TU O COMPREENDERÁS

Reproduzo um pequeno poema que dediquei em 2003 ao meu filho mais novo que, ao contrário do mais velho, nem sequer enquanto bebé teve a oportunidade de viver comigo.

+++++

TU O COMPREENDERÁS

Meu filho, meu querido filho,
Tanto te esperei e sofri!
E agora? Será verdade
Que nada valho para ti?

Sonhei que viriam tempos
Que passasses junto a mim.
Erro meu!
Quem tem tudo, nada dá…
Porque será?
Porque haverá gente assim?

Conseguiram apagar-te
Da memória o meu amor.
Só o compreenderás
Quando um dia a tua vida
Te fizer sentir a ti
O que eu sinto, a mesma dor…
++++
O poeminha é extraído do meu livro AMOR EXPLORADO, publicado pela Editora Luz da Vida. Se não encontrar na sua livraria, pode adquiri-lo enviando 10 Euros em cheque ou vale do correio pagável à Editora Luz da Vida, Rua Mário Pais, 16-0-A em 3000-268 Coimbra.
Recebê-lo-á pelo correio sem custos extra.

0 comentários: