terça-feira, 16 de novembro de 2010

Amor, Solidão e Fé

Aqueles que leram o meu livro com este título "AMOR, SOLIDÃO E FÉ" e que eu assinei com o pseudónimo Zé-Manel Polido certamente reconhecem que eu nada tenho contra o amor de mãe. Certamente que o respeito, quando ele existe. O que eu pretendo dar a conhecer com este meu livro é que por vezes ele não existe. E quando assim é, o sofrimento do filho é indescritível!
E por hoje mais não digo...

0 comentários: